Novos antepastos no mercado

A Casa da Madeira acaba de dar mais um passo no segmento gourmet, lançando uma linha de antepastos, indicados para serem usados em canapés, torradas e pães. Os sabores são Italiano (feito com berinjela, abóbora italiana, pimentão amarelo, pimentão vermelho, cebola, tomate, alho, champignon, azeitona, orégano e louro), Berinjela e Pimentões.

A marca está de olho no emergente mercado gastronômico brasileiro, que já vinha abrindo espaço para estes antepastos, feitos de forma caseira ou produzidos por marcas importadas que começaram a aparecer nas prateleiras daqui.

“Percebemos muitas marcas regionais e vendas a granel neste perfil de produto. Assim, vimos um espaço no mercado, considerando a nossa capilaridade de distribuição. Acreditamos ter condição de atingir um volume alto de produção, aplicando sempre as premissas de qualidade, higiene e relação custo-benefício”, explica a diretora-comercial da Casa Madeira, Juciane Casagrande. E ela tem razão. Eu já andei fazendo minhas experimentações, principalmente com berinjela, quando descobri como caiam bem em uma bruschetta ou focaccia.

Os potes de antepastos são de 190g e serão vendidos em varejos e supermercados. O preço sugerido fica entre R$ 10 e R$ 12. Ainda não experimentei, mas a  Casa de Madeira, que integra o grupo da Família Valduga, instalado no Vale dos Vinhedos (RS), também produz geléias de excelente qualidade. Eu me apaixonei pelas opções gourmet a base de vinho, que conheci algum tempo atrás.

Um agrado para o seu Homer Simpson interior

Reprodução internet

Sabe essas rosquinhas que o Homer Simpson vive comendo? Os donuts são realmente uma delícia. Cobertos com chocolate, ficam ainda melhores. E, cheios de confeitos coloridos, fazem a alegria da garotada. Dão um pouquinho de trabalho, mas todo mundo tem direito a um dia de Homer Simpson não é? Quer dizer, isso se você for só comer. Se tiver que fazer os seus, acho que você vai ter que encarnar a Marge mesmo.

Donuts coloridos e deliciosos que deixam você bem animado. Foto Márcia Feijó

Donuts

Ingredientes:

4 xícaras (chá) de farinha de trigo
1 xícara(s) (chá) de açúcar
3 colheres (chá) de fermento químico em pó
1 colher (café) de sal
1/2 colher (chá) de canela em pó
2 colheres (sopa) de manteiga
2 ovos
3/4 xícara (chá) de leite
1 colher (sopa) de cachaça

100g de chocolate meio amargo
100g de chocolate ao leite
confeitos coloridos

Como fazer:

Misture 1,5 xícara da farinha de trigo com os demais ingredientes e nata em velocidade média.
Desligue, acrescente o resto da farinha e misture até a massa ficar homogênea.
Abra a massa em uma superfície lisa e enfarinhada.
Para cortar os donuts, você pode usar a boca de um copo (para fazer o circulo maior) e uma tampa de garrafa (para fazer o furo do meio). Não empilhe os donuts um sobre o outro antes de fritar, para que não se grudem.
Aqueça o óleo em uma panela funda e frite-os um a um, virando-o para dourar dos dois lados. Retire do fogo e coloque sobre papel absorvente para secar bem a gordura.

Derreta os dois tipos de chocolate misturados, em banho-maria ou no micro-ondas.
Com uma colher, despeje o chocolate sobre um dos lados de cada donuts e depois polvilhe confeitos coloridos sobre eles.
Espere a cobertura secar um pouquinho e sirva em seguida.

Dica do blog: depois que a cobertura tiver endurecido, você pode guardar os donuts por um ou dois dias em um vidro fechado. Mas comer logo depois de fazê-los é o ideal, pois fresquinhos eles são bem mais gostosos.

Cem anos de Julia Child

Reprodução internet

A homenagem do Google hoje é para a culinarista Julia Child, pelo seu centésimo aniversário. Quem não sabe de quem se trata, procure o livro ou o filme homônimo Julie & Julia.

Trata-se da história autobiográfica de uma norte-americana, Julie Powell, que criou um blog registrando suas experiências ao tentar realizar, durante um ano, todas as receitas de um livro de Julia Child.

Julia, por sua vez, era a mulher de um ambaixador. Na França, apaixonou-se pela culinária francesa, que tentou introduzir no modo de vida americano. Ela foi pioneira na apresentação de programas culinários para televisão  (situação retratada na imagem da página de abertura do Google, hoje). Sua interpretação no filme ficou a cargo da maravilhosa Meryl Streep, enquanto a Julie ficou com Amy Adams.

O filme e o livro são muito fofos. Qualquer blogueira apaixonada por culinária certamente vai curtir.

 

Vem aí o festival de patchwork em Gramado

No mês de setembro, de 26 a 29, tem Festival Brasileiro de Quilt e Patchwork, em Gramado. Será no Centro de Eventos da Faurgs (Rua São Pedro, 663, Centro).

Os ingressos custam R$ 10.

Haverá cursos nos dias 26, 27, 28 e 29, das 10h às 18h.

A feira funciona no dia 26, das 14h às 18h; e nos demais dias das 10h às 18h.

Mais informações com a Quilt Brasil Produções, pelo telefone (54) 3286-7847, no site http://www.quiltbrasil.com.br ou pelo e-mail jmnetto@quiltbrasil.com.br.

(Em meus oito anos de pathcwork e em 15 de festival, acho que pela primeira vez conseguirei ir até lá…)

 

4º Patchwork na Praia

A quarta edição da feira Patchwork na Praia já está confirmada. Será de 21 a 23 de março, no Espaço Class Lounge, em Balneário Camboriú.

A visitação vai das 13h às 20h. Os ingressos custarão R$ 12 e o estacionamento R$ 5.

Mais informações pelo telefone (54) 3286-7847  ou pelo e-mail jmnetto@quiltbrasil.com.br.

O site dos organizadores é http://www.quiltbrasil.com.br

Docinhos para o papai

Seu pai faz o gênero formigão? Que tal esquecer as meias e cintos, neste Dia dos Pais, e presenteá-lo com uma caixa de docinhos que você fez?

Aqui vai uma receita de brigadeiro gourmet bem fácil.

Brigadeiro gourmet com sabor de menta, em uma bela embalagem, para fazer um agrado no Dia dos Pais. Foto Márcia Feijó

Brigadeiro de menta

Ingredientes

2 colheres (sopa) de manteiga

1 lata de leite condensado

3 gotas de essência de menta

2 colheres (sopa) de chocolate em pó

2 colheres (sopa) de cacau em pó

confeitos verdes em forma de trevo

forminhas de papel

1 embalagem rasa para colocar os brigadeiros

fita de cetim

Como preparar a massa

Colocar a manteiga numa panela e levar ao fogo. Despejar o leite condensado, o chocolate e o cacau em pó e a essência de menta. Sempre mexendo devadgar com uma colher de cabo longo, até atingir o ponto. Quando começar a levantar fervura e aparecer o fundo da panela quando você rapar a colher, pode desligar.

Colocar a massa numa prato e deixar esfriar.

Como montar os brigadeiros (depois que a massa esfriar e ganhar consistência)

Separe cerca de 40 forminhas de papel e deixe-as sobre a mesa onde irá trabalhar.

Em outro prato, fundo, coloque uma boa quantidade de confeitos.

Umedeça as mãos, coloque na palma uma colherada (café) da massa e enrole até atingir o formato de uma bolinha.

Role cada bolinha nos confeitos. Retire, ajeite e coloque na forminha de papel.

Ajeite os brigadeirtos dentro da embalagem e faça um laço bem bonito com a fita, envolvendo-a.

Dica: se seu pai tem paladar apurado, que tal trocar o chococlate e o cacau em pó por um tablete de chocolate belga (50g)? É só derreter e substituir na receita.

Feira Algodão Doce encerra hoje

Ontem estive no Algodão Doce – Festival de Artesanato, em Florianópolis. A edição de 2012 é no Centro de Eventos CentroSul e está muito bacana.

Se tiver tempo, passe por lá. O último dia é hoje, das 13h às 20h. O ingresso custa R$ 5.

Tem muitas ofertas de material para artesanato com tecido, pintura, madeira e scrap, entre outros. Há lindos objetos lindos em exposição e também um espaço exclusivo para venda de artesanato. Além de vários professores fazendo demonstrações. Também há estandes de máquinas  de costura, bordado e quilt.

O destaque entre os estantes fica para o da loja Pqnos Detalhes, cujas paredes externas foram montadas com caixas de madeira. O bom gosto do pessoal de lá não tem fim.

Detalhe externo do estande da loja Pqnos Detalhes na feira Algodão Doce 2012. Foto Camille Gubert

Só achei que há pouca novidade em tecidos, embora já se encontre muitas estampa de Natal. E também achei que os cartazes de “não fotografe nosso produtos” um tanto pedantes. Afinal de contas, muita coisa que está nas prateleiras também já está nas revistas de artesanato ou você já se viu em algum lugar. O diferencial do artesanato não é a exclusividade, mas o esmero com que você confecciona a peça, o material que usa, a composição dos detalhes.

Entradas Mais Antigas Anteriores

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.