Vem aí o festival de patchwork em Gramado

No mês de setembro, de 26 a 29, tem Festival Brasileiro de Quilt e Patchwork, em Gramado. Será no Centro de Eventos da Faurgs (Rua São Pedro, 663, Centro).

Os ingressos custam R$ 10.

Haverá cursos nos dias 26, 27, 28 e 29, das 10h às 18h.

A feira funciona no dia 26, das 14h às 18h; e nos demais dias das 10h às 18h.

Mais informações com a Quilt Brasil Produções, pelo telefone (54) 3286-7847, no site http://www.quiltbrasil.com.br ou pelo e-mail jmnetto@quiltbrasil.com.br.

(Em meus oito anos de pathcwork e em 15 de festival, acho que pela primeira vez conseguirei ir até lá…)

 

Anúncios

4º Patchwork na Praia

A quarta edição da feira Patchwork na Praia já está confirmada. Será de 21 a 23 de março, no Espaço Class Lounge, em Balneário Camboriú.

A visitação vai das 13h às 20h. Os ingressos custarão R$ 12 e o estacionamento R$ 5.

Mais informações pelo telefone (54) 3286-7847  ou pelo e-mail jmnetto@quiltbrasil.com.br.

O site dos organizadores é http://www.quiltbrasil.com.br

Feira Algodão Doce encerra hoje

Ontem estive no Algodão Doce – Festival de Artesanato, em Florianópolis. A edição de 2012 é no Centro de Eventos CentroSul e está muito bacana.

Se tiver tempo, passe por lá. O último dia é hoje, das 13h às 20h. O ingresso custa R$ 5.

Tem muitas ofertas de material para artesanato com tecido, pintura, madeira e scrap, entre outros. Há lindos objetos lindos em exposição e também um espaço exclusivo para venda de artesanato. Além de vários professores fazendo demonstrações. Também há estandes de máquinas  de costura, bordado e quilt.

O destaque entre os estantes fica para o da loja Pqnos Detalhes, cujas paredes externas foram montadas com caixas de madeira. O bom gosto do pessoal de lá não tem fim.

Detalhe externo do estande da loja Pqnos Detalhes na feira Algodão Doce 2012. Foto Camille Gubert

Só achei que há pouca novidade em tecidos, embora já se encontre muitas estampa de Natal. E também achei que os cartazes de “não fotografe nosso produtos” um tanto pedantes. Afinal de contas, muita coisa que está nas prateleiras também já está nas revistas de artesanato ou você já se viu em algum lugar. O diferencial do artesanato não é a exclusividade, mas o esmero com que você confecciona a peça, o material que usa, a composição dos detalhes.